Nome do perfume interfere na percepção dos cheiros

NOME DO PERFUME INTERFERE NA PERCEPÇÃO DE CHEIROS
04/10/05

O nome dado a um perfume pode “mudar” seu cheiro, segundo uma pesquisa da
Universidade de Oxford, na Grã-Bretanha, publicada pelo jornal Neuron. No
estudo, um rótulo se mostrou suficiente para que voluntários “imaginassem”
um cheiro antes mesmo de senti-lo, ou mesmo conseguissem sentir algum cheiro
apenas respirando ar puro. Em uma das experiências, depois de cheirá-lo,
voluntários disseram que um pedaço de queijo cheddar com o rótulo “cheddar”
cheirava melhor que o mesmo pedaço de queijo com o rótulo “odores
corporais”. O professor Edmund Rolls, que liderou a pesquisa, e sua equipe
analisaram exames de ressonância magnética do cérebro dos voluntários
enquanto eles testavam os perfumes para ver o que acontecia. Quando o queijo
cheddar estava rotulado corretamente, foram ativadas mais áreas do cérebro
que interpretam os cheiros. Ar puro rotulado como queijo cheddar ativou as
mesmas áreas do cérebro, mas em menor escala. Mas quando o queijo ou o ar
puro eram rotulados como “odores corporais”, não havia qualquer atividade
nessas áreas. Os pesquisadores também concluíram que o tempo de inalação não
alterou os resultados. “Os rótulos em nossas experiências influenciaram o
senso de percepção de um odor”, disse o professor Rolls.

(Postado originalmente no yahoogrupos)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s