Daily Archives: Julho 28, 2010

óleo essencial agora é promotor de crescimento em criação de Frangos!

FONTE: http://pt.engormix.com/ENGEVM-P-AVG-1088-47000-V5044-0/

O I Simpósio Paranaense de Produção e Sanidade Avícola, ocorrido no dia 22 de junho em Curitiba, teve seu evento coberto pela Engormix, uma comunidade de negócios internacionais relacionados com a produção animal. No site, pode-se  encontrar vídeos interessantes, onde fica claro que o uso de óleos essenciais na produção animal só tende a crescer.

O que segue como fonte de nossa pesquisa é a entrevista com o Médico Veterinário, Doutor em Tecnologia de Alimentos, José Flemming, sobre promotores de crescimento alternativos – e onde ele destaca o uso de nossos óleos essenciais.

Vale a pena assistir!

Assista

Gel dental infantil a base de óleos essenciais é lançado

InPhlOral lança gel dental sem flúor para bebês e crianças
A InPhlOral está lançando no mercado o primeiro gel dental sem flúor produzido no Brasil. Desenvolvido durante cinco anos, o produto possui a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), da Associação Brasileira de Odontologia (ABO) e do FDA (Food And Drug Administration).O Gel Dental InPhlOral contém óleos essenciais de cravo e menta, substâncias naturalmente bactericidas que contribuem para a remoção das placas e deixam um sabor suave na boca. “No começo, as crianças podem estranhar o gosto, que é menos doce do que os de produtos infantis disponíveis, mas vão adorar a refrescância do cravo”, aposta a odontopediatra Dra. Márcia Amar, que testou o produto entre seus pacientes durante um ano.

Segundo a Dra. Márcia, a ingestão sistemática em excesso de flúor presente, simultaneamente, nos produtos de higiene bucal, na água — tanto de fontes naturais, quanto de abastecimento — e em alimentos, durante a fase de formação dos dentes definitivos, ou seja, de 0 a seis anos, tem provocado uma alta incidência de intoxicação em crianças, mais conhecida como fluorose.

Ela explica que como as crianças ainda não sabem controlar a deglutição e nem cuspir adequadamente, acabam ingerindo quantidade acima daquela segura para seu peso através da pasta de dentes e de outros dentifrícios. “Essa quantidade presente na água fluoretada associada à outros produtos e alimentos, representa o risco de, nos próximos dez anos, a fluorose tornar-se uma questão de saúde pública”, explica a odontopediatra Márcia Amar. A ingestão normal de flúor fica entre 0,05 e 0,07 mgF, por Kg de peso corpóreo ao dia.

“Muitas crianças chegavam ao meu consultório com Fluorose. Fui para os Estados Unidos, no Nacional Institute of Health, onde comecei a estudar sobre esta intoxicação. Pesquisei ainda sobre fitoterapia e medicina alternativa e, a partir daí, desenvolvi o gel”, conta a odontopediatra.

A fluorose se manifesta na dentição definitiva principalmente pela alteração de cor do esmalte, que pode assumir uma tonalidade esbranquiçada ou exibir pequenas manchas ou linhas brancas. Nos casos mais graves, adquire uma coloração acastanhada ou marrom, podendo haver perda de estrutura dental. Isso porque, nesses casos, o dente tornou-se mais fácil de desgastar.

FONTE: http://www.hospitalar.com/odonto/noticias/not0008.html