Monthly Archives: Agosto 2018

Óleos essenciais e o Agrobusiness

Por Arnaldo V. Carvalho

No ano 2000, a Universidade Federal Fluminense promoveu o I Simpósio de Agropecuária Ecológica e Saúde Humana, o qual participei e tomei contato com diversas linhas de pesquisa que procuravam harmonizar produtividade (leia lucratividade) com qualidade de vida.

No que se refere aos rebanhos bovinos brasileiros, houve alguns trabalhos demonstrando às excelentes alternativas aos antibióticos e piretróides, especialmente no campo da homeopatia. Mas já se fala do uso de óleos essenciais.

Passados quase vinte anos, a indústria tecnológica absorveu completamente o conceito, e aquilo que ainda não é feito por conta da força dos grandes laboratórios farmacêuticos já é oferecido ao gado do agrobusiness. Óleos essenciais, “aromaterapia” para que se dispense o uso de antibióticos convencionais e seus efeitos negativos.

Afirmada como poder, a Aromaterapia passa por uma nova fase, onde seus pesquisadores, técnicos, terapeutas, e usuários, precisam começar a tomar decisões mais conscientes: que campos de cultivo queremos? A quem e ao quê deve se destinar a produção dos óleos essenciais? Qual deve ser o investimento e consumo dos aromáticos autóctones no Brasil?

Leiam:

https://www.diariodoscampos.com.br/noticia/suplementos-nutricionais-de-alta-tecnologia-sao-destaques-da-agroleite-2018

Infelizmente, o Brasil parece mais preocupado em seguir como curral moderno, quando o que talvez precisaríamos era um ambiente preservado e investimento em tecnologia de saúde humana – em todos os sentidos.

A aromaterapia séria precisa fazer parte disso.